0

Chuva afeta 1,1 mi em 13 Estados; mortos chegam a 40

13 mai 2009
21h17
atualizado às 21h53

De acordo com os números divulgados pela Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec) nesta quarta-feira, os desastres provocados por fortes chuvas e enchentes afetaram 1.186.652 pessoas no País. Segundo os dados, há 201.146 desalojados e 102.587 desabrigados em 13 Estados. Pelo menos 40 pessoas morreram por causa dos desastres no Ceará (12), no Maranhão (9), na Bahia (7), em Alagoas (6), na Paraíba (2), em Sergipe (2), em Pernambuco (1) e em Santa Catarina (1).

Chuva causa alagamentos em cidade do Sergipe
Chuva causa alagamentos em cidade do Sergipe
Foto: Jorge Henrique / Futura Press

Os danos causados pelo excesso de chuva atingiram 362 municípios. No Nordeste, o Maranhão, atualmente, é o Estado que tem o maior número de cidades atingidas (79), seguidos pelo Ceará (78), Piauí (37), Paraíba (27), Rio Grande do Norte (18), Bahia (11), Pernambuco (9), Sergipe (8) e Alagoas (4).

No Maranhão, são 218.016 pessoas afetadas pelas enchentes, enxurradas e desabamentos. Destes, 78.533 estão desabrigados ou desalojados. No Ceará, a população afetada chega a 283.200 pessoas, com 34.990 desalojados e 24.074 desabrigados. Na Bahia, são 5.436 desalojados e 2.188 desabrigados. No Piauí e no Rio Grande do Norte, a chuva afetou a vida de 77.125 e 45.308 pessoas, respectivamente. E, na Paraíba, são 5.402 desalojados e 1.488 desabrigados. Em Pernambuco são 46.228 pessoas afetadas pelo desastre natural. Em Sergipe a chuva causou transtorno à vida de 14. 920 pessoas e em Alagoas, 3.461 foram afetados.

Na região Norte, é no Estado do Amazonas é o mais prejudicado, com 44 municípios atingidos, 43.205 pessoas desalojadas e 8.649 desabrigadas. No Estado do Pará são 35 municípios atingidos e 170.095 pessoas afetadas direta ou indiretamente pela chuva. No Acre, existem 2.105 desabrigados e 1.695 desalojados, em dois municípios atingidos.

Em Santa Catarina, os danos causados pela chuva atingiram 10 municípios e uma população de 3.550 pessoas, deixando 3.333 desalojados e 217 desabrigados.

Para amenizar o sofrimento da população, a Sedec enviou ajuda humanitária na forma de cestas de alimentos e material de limpeza. Foram disponibilizadas 132.150 cestas de alimentos, de 23 quilos cada, compostas por arroz, feijão, açúcar, óleo, leite em pó, farinha de mandioca e macarrão. Um total de 1,4 milhão de itens como colchões, cobertores, travesseiros, fronhas, lençóis, filtros, lonas e mosquiteiros foram enviados às regiões onde a chuva fez estragos.

Fonte: Terra
publicidade