0

Catarina diz não se importar que 1ª vez seja com homem mais velho

26 out 2012
10h17
atualizado às 10h29
Liz Lacerda
Direto de Sydney

A brasileira que vendeu a primeira relação sexual na internet diz que não se importa de perder a virgindade com um homem 33 anos mais velho do que ela. Um japonês de 53 anos foi o vencedor do leilão, ganhando o direito de ser o primeiro homem na vida da estudante Ingrid Migliorini, 20 anos, a Catarina. "Eu não acho que a idade seja o fator mais relevante; é só um número. Há mulheres de 50, 60 anos, bem mais interessantes do que mulheres de 20, 30 anos, e isso vale também para os homens", declarou a jovem ao Terra.

Promovido pela empresa Thomas William Productions, da Austrália, o leilão faz parte de um documentário dirigido por Justin Sisely, que está filmando todas as etapas do processo envolvendo a perda da virgindade da brasileira e do russo Alexander Stepanov. Catarina garante que não está criando expectativas para a primeira vez, mas concorda que é importante encontrar o futuro parceiro em um jantar, antes de ir para o hotel. "Não estou fazendo planos, mas conversar é fundamental, antes de qualquer coisa, e creio que ambos iremos concordar com isso", disse.

Catarina também cogita passar mais de um hora com o homem que arrematou sua virgindade. "Vai depender do momento", resume. O japonês precisa apresentar exames médicos e atestado de antecedentes criminais antes de consumar o ato. Mas, de acordo com as regras do leilão, ele não pode beijar, realizar fetiches ou fantasias eróticas, nem usar acessórios durante a atividade sexual com a brasileira. Sexo oral e o uso de bebidas alcoólicas, telefones celulares e equipamentos de gravação também não são permitidos.

A primeira vez de Catarina vai acontecer em Sydney, por volta do dia 15 de novembro. A consumação do ato foi adiada, porque a equipe do filme teria uma viagem prevista para o Brasil, na próxima semana. Apesar das consequências da fama repentina, a volta ao País não assusta a estudante. "Eu já me acostumei com a repercussão. Não tenho nenhum problema quanto a isso", garantiu.

Em relação ao dinheiro, Catarina considerou um "bom valor", mas diz que ainda não tem planos específicos para gastar os US$ 780 mil (R$1,5 milhão) que vai receber pela primeira relação sexual. "Isso eu só poderei responder depois que esse dinheiro estiver depositado em minha conta", argumentou. A brasileira comentou, ainda, sua reação no último dia dos lances pela sua virgindade. "Eu achei emocionante, principalmente os minutos finais do leilão", concluiu.

Fonte: Especial para Terra
publicidade