Boletim
Receba as últimas notícias em seu email

 Fale conosco
Participe! Envie suas críticas e sugestões
Caso Richthofen
Relembre os momentos marcantes do julgamento
 
Busca
Busque outras notícias no Terra:
Promotor faz Daniel chorar
Durante a apresentação da tese da acusação, no último dia do julgamento, o promotor Nadir de Campos dirigiu-se a Daniel Cravinhos dizendo que a postura dele foi "nojenta e asquerosa", fazendo com que o acusado chorasse. "Você podia ter dado um tiro, mas você bateu, você bateu, você bateu", disse, aos gritos, o promotor. Nadir também se referiu ao fato de Daniel ter ido ao motel com Suzane von Richthofen após ter cometido o assassinato de Manfred e Marísia von Richthofen. "Matar os dois e depois ir a um motel e pedir uma suíte presidencial".

Suzane dá gargalhada no plenário
Suzane von Richthofen, mostrou muita calma e frieza em quase todos os momentos do julgamento, ao contrário de Daniel e Cristian Cravinhos, que choraram várias vezes. Suzane chegou a dar uma gargalhada durante as indagações do seu advogado, Mauro Otávio Nacif. Depois de três dias reclamando de uma bronquite, Nacif chegou a deixar o plenário e, numa ante-sala, tossiu fortemente com o microfone ligado. Durante o "espetáculo" dado por Nacif, Suzane não se controlava e ria espontaneamente.

Pai abraça Cristian Cravinhos
Ao final do novo depoimento de Cristian, o pai dos irmãos Cravinhos, Astrogildo Cravinhos, descumpriu as normas do tribunal e foi até o plenário, onde o filho estava, para abraçá-lo. A sessão foi suspensa e, na volta, a defesa de Suzane questionou a atitude. O juiz Alberto Anderson Filho disse que não interferiu por uma questão de humanidade. "Aqui estamos tratando com pessoas e ninguém quer que se sofra mais do que já se vem sofrendo", afirmou. Os advogados de Suzane, no entanto, disseram que usariam o fato para anular o julgamento.

Cristian muda depoimento
Chorando compulsivamente e tremendo muito, Cristian Cravinhos mudou seu depoimento na noite de quarta-feira. Dois dias depois de negar que ele tivesse matado Marísia von Richthofen a pauladas, ele voltou atrás e admitiu sua participação no crime. Segundo a promotoria, Cristian teria mudado de idéia depois de ver a mãe chorar e pedir um pena justa para cada um dos acusados. No novo depoimento, que foi considerado um "elemento surpresa", Cristian estava ofegante e falava muito rápido. O novo interrogatório comoveu a maioria dos presentes no tribunal. Os promotores e advogados defesa começaram a chorar e muitas pessoas presentes à platéia também se emocionaram.

Suzane pede que a afastem do ex-namorado
Durante o depoimento de Sílvio Tadeu Vieira, vizinho da família Cravinhos, na quarta-feira, Daniel chorou bastante, o que irritou Suzane von Richthofen, que pediu para que afastassem ele de perto. O juiz atendeu o pedido e aumentou a distância entre os dois em cerca de 30 centímetros. Suzane passou o tempo todo ao lado de Daniel, mas não olhou para o ex-namorado um instante sequer.

Mãe dos Cravinhos chora
Nádia Cravinhos, mãe de Daniel e Cristian, chorou em quase todas as indagações feitas pelo advogado de defesa dos réus, Geraldo Jabur. Em depoimento na quarta-feira, a testemunha afirmou que considerava Suzane von Richthofen como uma filha e que perdoa os três pelo crime cometido. As declarações da mãe também emocionaram Daniel e Cristian, que acompanhou o depoimento de cabeça abaixa. Cristian chegou a chorar e permaneceu o tempo todo com um lenço na mão. Nádia disse que estava de luto pela tragédia. "Eu me sinto de luto em relação à tragédia que se abateu às duas famílias. Nunca estive em uma delegacia e muito menos em um fórum", afirmou.

Andréas recusa presença da irmã
Andreas Richthofen recusou a presença de sua irmã, Suzane, no tribunal, durante seu depoimento, na terça-feira. O advogado Mauro Otávio Nacif pediu que Andreas deixasse que sua irmã entrasse no fórum para fazer uma declaração pública dizendo que não tinha interesse na herança, mas o garoto não permitiu. Nacif insistiu, dizendo que era a irmã que tanto ama ele, que estava presa. "Se tanto me ama, por que ela faz isso tudo?", respondeu Andréas.


 

Redação Terra