PUBLICIDADE

Cantor vítima da enchente no RJ faz homenagem a celebridades

16 jan 2011 15h51
| atualizado às 16h00
Publicidade
Hermano Freitas
Direto do Rio de Janeiro

Com dezenas de músicas gravadas em uma parceria com o amigo Carlos Silva - algumas delas rendendo homenagens a celebridades, como Silvio Santos e Sônia Abrão, e também a categorias profissionais, como a das telefonistas -, o mestre de obras Jorge Pacheco Serafim, 64 anos, teve a casa em que mora evacuada por estar localizada em zona de risco. Ele pediu uma carona à equipe do Terra e contou sua história no caminho entre o bairro de Granja Florestal e o centro da cidade de Teresópolis.

Franco da Rocha/SP - Crianças acompanham o salvamento de um cachorro em meio a enchente na Grande São Paulo
Franco da Rocha/SP - Crianças acompanham o salvamento de um cachorro em meio a enchente na Grande São Paulo
Foto: Maurício Lima / AFP

Mesmo sem conhecer pessoalmente, o cantor romântico e evangélico, que se define como "uma espécie de Roberto Carlos", considera-se "amigo" dos apresentadores de TV. "Fiz uma música linda para ele em seus 80 anos", disse sobre o proprietário do SBT. O músico faz uma homenagem ao programa clássico Porta da Esperança. Ele se abriga na casa de um irmão no centro de Teresópolis enquanto a situação não se normaliza no bairro em que mora. A visita ao bairro isolado na manhã deste sábado tinha por objetivo pegar documentos.

Portador de insuficiência renal, o mestre de obras planeja publicar dois livros de poemas no futuro. "A situação ficou difícil, mas não vou desistir, vou seguir em frente e vou vencer", disse.

Chuvas na região serrana
As fortes chuvas que atingiram os municípios da região serrana do Rio nos dias 11 e 12 de janeiro provocaram enchentes e inúmeros deslizamentos de terra. As cidades mais atingidas são Teresópolis, Nova Friburgo, Petrópolis, Sumidouro e São José do Vale do Rio Preto. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), choveu cerca de 300 mm em 24 horas na região.

Veja a Praça do Suspiro, em Nova Friburgo, antes e depois da chuva

Veja onde foram registradas as mortes

Fonte: Redação Terra
Publicidade