2 eventos ao vivo

Brasileira diz ter tido a filha sequestrada pelo ex-marido na Líbia

22 dez 2012
21h41
atualizado às 21h41
  • separator
  • 0
  • comentários

Uma brasileira está abrigada na embaixada do Brasil em Trípoli, na Líbia. Cecília von Adamovich afirma ter sido espancada pelo ex-marido, que também teria sequestrado a sua filha. A assessoria de imprensa do Ministério das Relações Exteriores confirmou neste sábado que a embaixada está dando apoio emocional e jurídico à mulher. 

Uma página criada no Facebook para divulgar o caso relata que Cecília foi casada com um líbio. Após constantes agressões verbais e físicas, ela teria se divorciado e conseguido a guarda total da filha na Suécia, onde morava. Segundo a campanha na rede social, a brasileira resolveu aceitar um pedido do seu ex-marido para que viajasse com ele e a filha para Líbia para que ele pudesse passar alguns dias com a menina.

O relato conta que, ao chegar na Líbia, Cecilia passou a ser agredida verbalmente e fisicamente pelo ex-marido e a família e era mantida em cárcere privado, sendo obrigada a usar véu o tempo todo. Ela suspeita que a comida que recebia era envenenada ou possuía sedação. Na véspera da volta para a Suécia, Cecília e a filha foram sedadas, tiveram os passaportes "roubados". No dia seguinte, as duas em um carro. Cecília, percebendo algo estranho, tentou fugir. Ela foi impedida, agredida e largada em frente à embaixada brasileira. Desde então, não tem mais notícias da filha, diz a página no Facebook. 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade