1 evento ao vivo

Auditoria na Petrobras teria encontrado irregularidades em contratos

22 set 2009
06h43

Uma auditoria na Petrobras detectou problemas no controle de repasses feitos pela estatal nos últimos dois anos, segundo a edição desta terça-feira do jornal O Globo. O patrocínio de projetos de proteção da infância e da adolescência em São Paulo, no Rio e no Nordeste teria falta de documentação adequada. Verbas também teriam sido repassadas para governos que não comprovaram a aplicação dos quase R$ 5 milhões de reais recebidos, segundo o jornal.

O Estado do Piauí e as cidades de Salvador, Recife, São Luís, Diadema (SP), Cubatão (SP), São João do Meriti (RJ) e Belford Roxo (RJ) teriam recebido as verbas da Petrobras, oriundas de renúncia fiscal, mesmo com pendências de prestações de contas anteriores, o que é proibido por uma norma interna. As doações da Petrobras para o Fundo da Infância e Adolescência (FIA) chegaram a R$ 88,9 milhões em 2007 e 2008, segundo O Globo.

A Petrobras respondeu no seu blog Fatos e Dados que os documentos apontam para situações já regularizadas e "outras ainda por regularizar". "Os pontos relativos ao FIA já foram superados com os esclarecimentos do Departamento Jurídico (...) Os recursos do FIA são oriundos de renúncia fiscal (recursos públicos) e são fiscalizados como determina a lei", afirmou o blog, em postagem do final da noite de segunda-feira.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade