1 evento ao vivo

Após resgate de cães em SP, internautas se mobilizam por adoção

18 out 2013
11h14
atualizado às 14h10
  • separator
  • 0
  • comentários

Após ativistas invadirem a sede do Instituto Royal, em São Roque (SP), e resgatar cães da raça beagle que seriam usados em pesquisas científicas, netsa sexta-feira, páginas em apoio à ação e contra o uso de animais em experimentos foram criadas na internet e nas redes sociais. Entre ela está a “Adote um animal resgatado do Instituto Royal”, que busca donos para os animais retirados do instituto.

A página no Facebook “Adote um animal resgatado do Instituto Royal”, criada nesta madrugada, já havia recebido, até as 10h50 desta sexta-feira, 37.537 “curtidas”. 

De acordo com publicações na página, ações para que os animais sejam adotado serão feitas esta semana. Segundo relatos de manifestantes, ao menos 200 cães foram retirados do instituto.

Uma petição pública online também foi criada, com o intuito de “derrubar” o Instituto Royal. Até as 10h50, 24.570 pessoas haviam assinado o abaixo-assinado. 

Grupos famosos pela militância nas redes sociais, como o Anonymous Brasil, também incentivaram a ação. Durante o resgate dos animais, o grupo hacker compartilhou em sua página mensagens de apoio aos ativistas, além de links de transmissões ao vivo feitas no local. 

“Instituto Royal, nós avisamos, o inferno está apenas começando para vocês. Gostam de maltratar aqueles que não tinham até então defesa? Pois bem, agora quem não tem defesa são vocês”, afirma uma publicação do Anonymous na página do grupo no Facebook.

Além do apoio, o Anonymous divulgou em seu site informações sobre Instituto Royal e seus proprietários. 

A página do movimento Black Bloc também compartilhou links de transmissão ao vivo da ação durante a madrugada, além de mensagens de apoio. Fotos relacionadas à página mostram pessoas com roupas negras e mascaradas retirando animais do local. 

Um protesto contra os maus tratos animais foi marcado em Porto Alegre. Os manifestantes pretendem se reunir no Parque da Redenção, às 16h deste sábado.

Ativistas resgatam animais de instituto 
Ativistas invadiram, por volta das 2h desta sexta-feira, a sede do Instituto Royal, em São Roque, no interior de São Paulo, para o resgate de cães da raça beagle que seriam usados em pesquisas científicas. Mais tarde, coelhos também foram retirados do local.

Cerca de 150 pessoas participaram da invasão. De acordo com relatos de manifestantes, ao menos 200 cães foram retirados do instituto.

Ao longo do dia houve protestos na frente do portão do instituto, que utilizaria beagles em testes de produtos cosméticos e farmacêuticos por serem de médio porte, dóceis e considerados de raça pura, teoricamente com menos variações genéticas, o que torna os resultados dos testes mais exatos.

No local, foram vistos animais mutilados e cadáveres congelados. Não há confirmação oficial sobre prisão de ativistas. 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade