0

Após redução de preço, Lula e Jobim teriam escolhido Rafale

4 fev 2010
06h22
atualizado às 10h08

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro da Defesa Nelson Jobim decidiram escolher o caça francês Rafale, segundo informações do jornal Folha de S.Paulo. Essa escolha teria ocorrido depois que a fabricante Dassault reduziu de US$ 8,2 bi para US$ 6,2 bi o preço final do pacote de 36 aviões para a Força Aérea Brasileira. Essa redução significaria uma economia de US$ 2 bi.

A redução não diminuiria o preço dos caças Rafale em relação aos concorrentes, pois as propostas de modelo Gripen, sueco, e do Super Hornet, norte-americano, seriam menores. O modelo Gripen seria vendido por US$ 4,5 bi e o Super Hornet, US$ 5,7 bi, de acordo com a reportagem. Além do custo do pacote, a fabricante francesa teria estimado US$ 4 bi para a manutenção dos aviões por 30 anos. A redução na proposta da Dassault teria ocorrido no sábado, em uma reunião da fabricante com o embaixador brasileiro José Bustani após passagem do ministro da Defesa por Paris. Teria acompanhado a delegação brasileira o secretário de Economia e Finanças da Aeronáutica, brigadeiro Aprígio Azevedo. O comandante da Aeronáutica, Juniti Saito, teria ficado "desolado" com a escolha, mas determinado a acatar a decisão.

Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade