2 eventos ao vivo

Anac multa dona de avião que interditou Viracopos em R$ 2,8 mi

19 out 2012
19h40
atualizado às 19h46
Luciana Cobucci
Direto de Brasília

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) multou nesta sexta-feira a empresa internacional Centurion Cargo por transtornos causados à ordem pública em R$ 2,8 milhões. No último sábado, o trem de pouso de um dos cargueiros da companhia quebrou e bloqueou a única pista de pouso do aeroporto de Viracopos (SP). A liberação da pista só ocorreu às 16h20 da segunda-feira.

Após a ocorrência, a Anac instaurou um procedimento administrativo para apurar o cumprimento do plano de emergência pela empresa aérea e pelo aeroporto. Uma equipe da agência reguladora foi mobilizada e acompanhou o caso desde a noite de sábado, quando o incidente ocorreu, até a retirada do avião da pista.

A Infraero, estatal administradora da maior parte dos aeroportos brasileiros, e a Advocacia-Geral da União (AGU) preparam uma ação para cobrar da Centurion Cargo, na Justiça, os prejuízos materiais decorrentes da interdição do aeroporto, que foram calculados em R$ 3 milhões. A AGU também vai cobrar danos morais do episódio, já que o terminal, que é um dos principais hubs da companhia Azul, ficou interditado por mais de 40h.

Na noite de sábado, o cargueiro MD11 da Centurion Cargo, teve um problema no trem de pouso esquerdo e acabou parando inclinado na pista do aeroporto, impedindo pousos e decolagens. A Centurion contratou uma empresa para remover a aeronave, que precisa ser nivelada antes de ser retirada da pista do aeroporto, um dos mais movimentados do País.

Avião apresentou problemas no trem de pouso após aterrissar no aeroporto de Campinas
Avião apresentou problemas no trem de pouso após aterrissar no aeroporto de Campinas
Foto: Denny Cesare / Futura Press
Fonte: Terra
publicidade