Tragédia em Congonhas

Tragédia em Congonhas

Quinta, 19 de julho de 2007, 07h35 Atualizada às 11h40

Avião da TAM arremete em Congonhas

Um Fokker 100 da TAM que se preparava para pousar no Aeroporto de Congonhas, zona sul de São Paulo, arremeteu na manhã de hoje, pouco antes das 7h30. A informação foi confirmada pela Infraero, que disse ainda que o avião estava em uma altura superior à recomendada para pouso. Mais tarde, às 7h44, a aeronave pousou no aeroporto.

» Veja mais fotos
» Veja cenas do local do acidente
» Veja lista de passageiros e empregados
» Opine sobre o acidente
» Mande mensagens aos familiares
» Entenda o que é arremeter
» 'Piloto só arremete se houver risco'
» vc repórter: mande fotos e relatos

A aeronave já estava com o trem de pouso aberto, teve os equipamento recolhido e subiu novamente.

O vôo 3400 da TAM tinha saído de Maringá, no Paraná, e pousaria na pista 17 do Aeroporto de Congonhas, às 7h39. Esta pista fica no sentido contrário a que pousaria o Airbus 320 que se acidentou na última terça-feira.

Inicialmente, a Infraero informou que a aeronave havia pousado no Aeroporto Internacional de São Paulo (Cumbica), em Guarulhos, e depois voltou atrás dizendo que o vôo chegou em Congonhas. A TAM informou que o vôo 3400 pousou em Congonhas. Segundo TAM, foi alternado para Guarulhos um vôo que vinha da Brasília.

Um passageiro do vôo informou que o procedimento de pouso foi feito normalmente e que todos os a bordo perceberam que algo saiu errado, pois o avião que tinha de pousar voltou a subir. Segundo ele, as pessoas se mantiveram calmas e, logo em seguida, o comandante informou que o pouso não foi feito naquele momento pois não havia visibilidade para para a operação ser realizada em segurança.

  • Imprima esta notícia
  • Envie esta notícia por e-mail
EFE Quando o Fokker 100 da TAM arremeteu, o trem de pouso estava aberto Quando o Fokker 100 da TAM arremeteu, o trem de pouso estava aberto

Busca

Busque outras notícias no Terra: