0

Austrália começa a testar vacina da gripe suína em humanos

22 jul 2009
04h17
atualizado às 12h18
  • separator

Começaram nesta quarta-feira os primeiros testes da vacina contra a gripe suína em humanos, segundo oficiais de uma indústria farmacêutica. O objetivo da vacina é controlar o virus AH1N1, que já matou mais de 700 pessoas no mundo.

» Gripe já matou mais de 700 pessoas, diz OMS
» Osasco confirma 3ª morte por gripe suína

Duas empresas de biotecnologia começaram a injetar as vacinas em voluntários adultos na cidade de Adelaide. Na segunda-feira, 300 pessoas começaram a ser vacinadas nesta cidade, enquanto em Melbourne 240 voluntários começaram uma bateria de sete meses de testes nesta quarta. As companhias Vaxine e CSL, que desenvolveram as vacinas, dizem que estes são os primeiros testes em humanos.

Ao todo, 22 pessoas morreram por causa da gripe no Brasil, com 1.175 casos. Na Austrália, são 41 mortos em 14.703 casos. "Nós estamos no hemisfério sul, onde o problema está acontecendo agora. Nós estamos no meio de um surto de casos de gripe suína com o qual os Estados Unidos podem ter menor preocupação, pois o inverno neste país será daqui a 6 meses", disse Nikolai Petrovsky, da Vaxine, em entrevista à Associated Press.

Uma explosão de novos casos da gripe está prevista para setembro e outubro, na Austrália, quando voltam de férias os estudantes e trabalhadores que viajaram ao Hemisfério Norte. A CSL informou à Associated Press esperar que os resultados iniciais permitam a distribuição da vacina com incentivos do governo em outubro.

O governo federal da Austrália encomendou 21 milhões de doses da vacina para a CSL. "Nós acreditamos que essa nova vacina poderá proteger milhões de pessoas contra a gripe H1N1", disse o diretor de pesquisa da CSL, Andrew Cuthbertson, informando que os testes vão determinar a dose e a freqüência da vacinação. O diretor da Vaxine afirma que os resultados capazes de comprovar a eficiência da vacina chegarão em 6 ou 8 semanas.

"Não há garantia que a vacina vá funcionar, pois a gripe suína é um vírus muito diferente, mas estamos esperançosos", disse Petrovsky. O presidente da Associação Médica da Austrália, Andrew Pesce, informou à Sky News que considera fundamental o público saber quando terá uma vacina segura e efetiva.

Veja também:

Como usar uma máscara facial corretamente
Fonte: AP AP - The Associated Press. Todos os direitos reservados. Este material não pode ser copiado, transmitido, reformado o redistribuido.
publicidade