0

+ Ao vivo: Atentados em Paris deixaram 129 mortos +

14 nov 2015
16h41
  • separator
  • 0
  • comentários

Procurador afirma que 352 pessoas ficaram feridas, 99 delas em estado grave. Policiais fazem buscas e detêm várias pessoas suspeitas no bairro de Molenbeek, na capital belga. Único terrorista já identificado é francês.

Uma série de explosões e ataques a tiros deixaram 129 pessoas mortas e 352 feridas, 99 delas em estado grave, em diversos pontos de Paris nesta sexta-feira (13/11), segundo o procurador da República de Paris, François Molins. Os atentados aconteceram em seis locais, incluindo o clbe Bataclan, onde 89 pessoas foram mortas.

De acordo com Molins, sete terroristas morreram nos ataques. Um dos que atacaram o Bataclan era conhecido da polícia e foi identificado como cidadão francês. Ao lado do Stade de France foram encontrados um passaporte egípcio e um sírio ao lado dos cadáveres de dois dos possíveis terroristas.

O presidente François Hollande declarou estado de emergência em todo o território da França e ordenou o fechamento das fronteiras. Ele disse que se trata de um ato de guerra e que a resposta será implacável.

Já neste sábado, o grupo terrorista "Estado Islâmico" (EI) reivindicou a autoria dos atentados, pouco depois de Hollande tê-lo responsabilizado. O grupo afirmou que se trata de uma resposta aos ataques aéreos franceses na Síria e no Iraque.

No início da noite, policiais fizeram buscas e detiveram várias pessoas suspeitas de ligação com os atentados no bairro de Molenbeek, em Bruxelas. Molins afirmou que a pessoa que alugou um carro usado nos ataques foi detido na fronteira com a Bélgica.

+++ Saiba como foram os ataques na noite de sexta-feira em Paris +++

+++ Confira as últimas informações abaixo +++

Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade